No projeto de escrita do manual de brincadeiras regionais, as crianças aprenderam brincadeiras de diferentes estados do Brasil, conhecendo as culturas locais, além de integrarem-se mais com novos(as) colegas de turma e com os diferentes espaços da escola.

Depois de brincarem bastante com a sua turma, elas construíram e desenvolveram a escrita por meio de textos instrucionais, compreendendo a sua função, bem como reconhecendo e aproximando-se do papel do escritor.

A ideia é que as turmas de primeiro ano trocassem a sua escrita coletiva, mostrando para outra turma a brincadeira favorita do grupo e convidando os(as) colegas para brincar também.  Recebido o texto, elas brincaram e perceberam se as instruções estavam bem elaboradas. Exercitaram, portanto, a revisão, ficando atentas à escrita dos(as) colegas quanto à clareza e à organização das ideias, assim como à linguagem e características de um texto instrucional.

Algumas brincadeiras realizadas pelas turmas de primeiro ano foram: curupira, mãe da rua, cabriola, onde está a bola? Coelho sai da toca, amarelinha caracol e outras!